domingo, 26 de fevereiro de 2012

TRISTE FADÁRIO

Ora aí está; bastou um pequeno sopro de contrariedade num jogo enregelante para tudo se desmoronar como um  frágil castelo de cartas, para as ditas exibições até aí produzidas se desvalorizarem até á categoria de lixo, como agora se classifica nos mercados da economia, para a euforia desmedida e infundada vir a dar lugar á abulia e ao conformismo. Não retiro uma vírgula do que escrevi no meu tópico anterior porque só quem não anda por cá ao tempo que eu já ando é que não entende, não viu ou não quis ver a mensagem que toda a situação claramente indicava. E temo, digo mal, tenho a convicção de que se nada se alterar profundamente na sexta-feira próxima, sofreremos as iguais e mesmíssimas humilhações que ocorreram no passado campeonato. 
Não venham para aqui indignar-se comigo por eu pensar desta forma, nem armar-se em valentes, ah e tal, nada está perdido, no próximo jogo os jogadores vão dar tudo por tudo, como garantiu o José Augusto hoje na BTV e outros estereótipos usados nestas alturas, porque são conversas de derrotados, sem sentido e que nada resolvem. O que eu quero é que se consigam os objectivos que pretendemos, sem deixar correr ou esperar que os resultados caiam do céu. Porque eu não posso conceber nem aceitar que uma equipa como a do Benfica que até há quinze dias tinha mostrado uma superioridade tão vincada nas suas actuações venha, em poucos dias, a perder cinco pontos em dois jogos e, ainda por cima, contra equipas absolutamente acessíveis e até mesmo fracas, uma delas com a desmotivação de ter salários em atraso. Suponho que nem os lagartos cometeriam tal proeza. E não sinto repugnância alguma em bater nos "artistas" que ganham principescamente e não conseguem superar adversários com muitas mais limitações. Porque quem sofre sou eu e muitos como eu, pode ser um padecimento irracional mas é desgraçadamente verdadeiro. 
E, desta vez, torna-se ainda mais doloroso porque se ofereceram miseravelmente e de mão beijada todas as ambições porque lutamos a um inimigo que nada fez para atingir o êxito que perseguimos e se limitou a esperar com a certeza dum predador á espreita. E vai ser verdadeiramente um escândalo vir a constatar como o nosso Clube vai perder um campeonato para esse inimigo que, diga-se o que se disser está, presentemente, muitos furos abaixo do nosso (pelo menos aparente) valor, ainda por cima orientado por um treinador que chega a roçar a anedota.
Não entendo o que se passa na nossa Instituição, não entendo o triste fado que todos os anos, já lá vão mais de trinta, nos persegue, não entendo a capitulação repetitiva que nos amarfanha o ânimo quando percebemos o céu tão perto e quando sentimos já a glória e os aplausos da chegada á meta.
Perder cinco pontos em 2 jogos e sem marcar um golo sequer? É dum surrealismo atroz e para o qual não adianta chorar porque é leite derramado. Nem aceito palmadinhas de conforto, nem de falsos lenitivos de melhores dias porque tais expressões tresandam a hipocrisia, transmitem falsas esperanças, denotam piedosa misericórdia e fazem parte do vocabulário e do léxico dos perdedores. Se com as condições que ainda temos viermos a perder este campeonato como, sinceramente e realisticamente acredito, fico angustiosamente a perguntar; então quando ganharemos outro?
Triste fadário!

3 comentários:

Anónimo disse...

tu pensas igual como minha mae sinceramente quando acabou o jogo minha mae disse tao a oferecer o campeonato de mao beijada aos outros tal e qual se eu soubesse fazia copy desse teu post muito bom e enato a o ultimo paragrafo de uma genialidade espectacular se nao ganharmos esse campeonato em que tivemos 5 pontos de vantagem quando ganharemos outro????! uma vergonha esse benfica demite te lfv hipocrita amigo do inimigo pintinho da costa falso se nao ganhares esse campeontao demite-te

FireHead disse...

Muito mau mesmo. Falta de sorte, guarda-redes adversário super inspirado e uma arbitragem desastrada/desastrosa. Estava escrito que não iríamos conquistar os 3 pontos em Coimbra.
É engraçado como no futebol se passa de bestial a besta num instante. Ainda não há muito tempo atrás éramos os maiores e até os nossos rivais garantiam que o título seria nosso. Agora já está tudo diferente...

Hugo disse...

Mas eu não penso assim e não me sinto derrotado..

Foi mau, é triste não poder receber a tropa suja com a vantagem que tanto suor nos derramou mas porra, está, porventura, alguma coisa perdida?!?

Não!

De qualquer forma, respeito muito quem está a sofrer com o momento do Glorioso pois cada um sente o nosso clube à sua maneira...

Mas olhe que a minha conversa não é de derrotado, meu caro!

Sinto mesmo confiança para Sexta Feira...

O resto, é bola a rolar e logo se verá...

Saudações Benfiquistas...