terça-feira, 7 de junho de 2011

UM OLHAR SOBRE O DEFESO

Este defeso bochornoso e que parece nunca mais acabar convida-nos á apatia e gera poucos assuntos dos quais se possa falar, a não ser dos navios cargueiros cheios de jogadores que, como gado, todos os dias rumam ao Benfica. Notícias inventadas, propositadamente ou não,  lançadas por crápulas sem escrúpulos, muito piores que alcoviteiros e amásios. 
Para ajudar, são aqueles blogues ditos benfiquistas que com os seus ataques sanhosos, algumas vezes com razão, a maioria das vezes sem ela, tudo põem em causa construindo cenários de vergonha  e dramatismo; são alguns jogadores, como ainda agora o Fábio Coentrão, que em entrevistas, sinceras ou forçadas, debitam incoerências e contradições; são notícias verdadeiramente tresloucadas como aquela da entrada  do “Malvado” no Benfica, como se já a sua ida á BTV não tivesse sido, pelo menos para mim, o prenúncio de augúrios bem funestos; foi a mudança das cores políticas deste País, cujo significado alguns inveterados optimistas parecem querer tomar como um sinal de esperança de que as coisas venham a  mudar. Não haja, contudo, ilusões ou miragens: nenhuma dessas forças políticas com influência para alterar seja o que for é vermelha retinta, como diz a canção do cavalo de Pancho Villa e, em atinência ao vermelho, uma é rosa desbotada outra laranja a fugir. Das forças que vestem esse vermelho retinto, infelizmente, nenhuma delas tem voto na matéria. 
Correu por aí que o papa dos peidos iria ser novamente recebido pelo Papa verdadeiro mas que, pelos vistos, não foi; valha-nos, ao menos, isso! E, a talho de foice: se assim tivesse acontecido, tal intento seria, na verdade, uma monstruosa ignomínia, pois quem sairia conspurcado do meio disto tudo não seria, certamente, o personagem que, por si só, já é um verdadeiro excremento, para mais fazendo-se acompanhar de uma concubina diferente, muito fácil de apresentar como neta sua. O que ficaria sujo era, sem dúvida, o verídico Pontífice que assim se manteve digno e se não deixou borrar. Já imaginaram a propaganda de branqueamento para o Grémio Corrupto que poderia resultar de tal ocorrência? Ainda bem, porque sendo eu um católico, mais ou menos convicto, poderia pensar, por via disso, em apostatar seriamente.
Depois, há coisas que eu não entendo. Após trinta anos de corrupção, assumida e provada, depois de todas as falcatruas e malefícios que fizeram a quase todos os clubes do futebol português, depois de tudo terem ganho com a mais diversa e asquerosa das batotas, depois de se terem esgueirado pelas malhas da rede da justiça - demasiado largas, como se pôde ver - parece estar tudo no melhor dos mundos, percebendo-se mesmo, da parte de muitos opinantes servis, a necessidade de tecer rasgados elogios e mesmo justeza de exemplos e condecorações por  semelhantes procedimentos á sinistra Organização do Norte, como assim o exarou em letra de artigo um tal dito Manha. E, de facto, não o entendo; pois tomando o Benfica por uma Instituição séria e cumpridora da ética e de, com base nela, ter lutado para desmascarar e corrigir os desmandos dos que atropelam os reais valores da honestidade, venha ela própria e numa subversão total, a ser investigada pelas autoridades como a suspeita e a prevaricadora podendo, no fim, receber uma punição de critério dualista.
O melhor, entendo eu, será esperar que tudo vá passando e deixar assentar a poeira levantada pela agitação dos inimigos do nosso Clube e amigalhaços dos Corruptos.  

1 comentário:

karlos disse...

Hoje, ficamos em portugal entregues as máfias,na politica , na educação ,na saude ,é na justiça , isto vai um caos ,nimguem tem a certeza de nada , mesmo no assinado dos papeis...

cuidado meu amigo que portugal e um sitio perigoso a muito pouco prazo ..