segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

FIM DE SEMANA

Claro que, por motivos da idade,  não vi o jogo entre a Académica e o Benfica. Ouvindo os comentários posteriores e lendo as crónicas mais diversas parece que jogamos mal, sobretudo na 2ª. parte, por isso, vejo muita da nossa gente deprimida e desgostosa, antevendo nuvens negras a pairar sobre a equipa. Jogamos mal? E daí? E quando outros que sabemos fazem jogos por demais miseráveis e acabam com a vitória no saco, mesmo imerecidamente? Ah, esses é que são grandes!
Pelos vistos, a regra dos pénaltis não é aplicável ao Benfica. Como sempre. 
Devo confessar, no entanto, um facto que muito me entristeceu. Na conferência de imprensa realizada após o jogo, achei o nosso treinador acabrunhado, mostrando  resignação, parecendo desmotivado e cheio de conformismo. Isso sim é que me preocupa.
Agora que conseguimos uma confortável distância do terceiro classificado, tenho para mim que pouco afectará o Benfica perder um ou outro ponto em relação  aos Nazis da Sarjeta. Sabendo-se como as coisas são, só quem não tiver uma mente saudável é que  pode ter ainda alguma ilusão, pois esta não tem qualquer espécie de cabimento. 
Gostaria do aviso do sr. João Gabriel sobre a TV do Oliveira se ele fosse convicto e verdadeiro.  Depois de tudo o que essa estação tem vindo a fazer ao nosso Clube, se houvesse sentido de dignidade, já há muito que essa gente teria sido posta á distância de todo e qualquer contacto de uma possível negociação. Há que meter isso na nossa cabeça: enquanto lidarmos com essas camarilhas de ladrões  estaremos sempre á mercê e a jeito desses inimigos.    
Não sei bem se a próxima eliminatória da Taça é a duas mãos; se não for, deitemos o coração de largo. Em face dos factos, alguém tem duvidas de que está tudo preparado, mesmo os ditos sorteios, para que as coisas sigam os trâmites urdidos por aqueles a quem tudo interessa? Entendo que, mesmo a duas mãos, as hipóteses serão, já de si, muito reduzidas, porque eivadas de arranjinhos e de  impune corrupção.

1 comentário:

FireHead disse...

Em relação ao jogo de Coimbra, de facto ganhámos com um golo irregular, mas os antibenfiquistas também só sabem ver isso, que é a única coisa que lhes convém. Os dois penalties roubados (mais dois esta época...) para eles devem ter sido uma espécie de mito.
Em relação à taça de Portugal, se ganharmos ao Rio Ave, coisa que eu acredito que vai acontecer, jogaremos no estádio do Ladrão. E, das duas, uma: ou voltamos a sair de lá vergados ao peso duma nova derrota que até pode não ser humilhante, como podemos, e tomara que sim, vingarmo-nos da derrota para o campeonato. E nada como vencermos precisamente naquele antro de mafiosos para nos lavar a alma do orgulho ferido.