domingo, 28 de novembro de 2010

PERSPECTIVAS

Contra as minhas previsões, a lagartagem lá conseguiu empatar com os seus patrões da porcalhada. Apesar de não ser bem como eu desejava, mesmo assim, foi melhor do que terem perdido pois, do modo que se espera, poderá trazer algum benefício para o Benfica, isto, claro está, se vencermos em Aveiro; ganharíamos pontos aos dois. No entanto, foi mau porque reduziu as ocasiões de uma possível derrota dos batoteiros e, se não formos nós a derrotá-los, temo que possam ganhar o campeonato sem derrotas, o que será um cenário um tanto desagradável para nós, se tal perspectiva se vier a concretizar.
Pondo de parte um latente pessimismo e descrença que perpassa pelas hostes  benfiquistas, não me cabe na ideia que possa haver um percalço em Aveiro: mas nunca fiando.
Reitero o que inúmeras vezes tenho dito e que sinto: não teria medo nem preocupação pelo atraso de pontos em relação ao Clube das Antas se as regras fossem aplicadas com rigor e verdade, sem benefícios nem prejuízos para ninguém, apenas com a sua correcta adequação. Dez pontos seriam perfeitamente recuperáveis no que ainda falta de campeonato, não fossem os condicionalismos artificiais utilizados pela trafulhice e manigância dos funcionários da Organização criminosa do Norte.
Só o que não entendo é como essa gente pode festejar no fim um campeonato, não digo ganho, mas conseguido por tais meios. Porque não têm vergonha nenhuma!
´

1 comentário:

FireHead disse...

Ontem, por muito que me custasse, fui lagarto e desejei a vitória da porcaria verde sobre a porcaria azul. Mas depois de ter reparado que, já perto do final do jogo, os lagartos que estavam presentes no café começaram a dizer que mais valia o Sporting perder o jogo que é para o Benfica não poder ficar a 8 pontos do CRAC, fiquei mesmo aliviado por o jogo entre comadres ter acabado empatado. Assim sempre ganhámos 2 pontos aos 2, pois hoje o Benfica lá ganhou em Aveiro.
E, claro, se houvesse justiça, coisa que não há, o Benfica jamais estaria com 8 pontos de atraso. Nas 3 primeiras jornadas o Benfica foi descaradamente roubado e os Andrades claramente levados ao colo. Mesmo admitindo que podíamos não vencer ao Nacional na Madeira, as derrotas em casa com a Académica e fora com o Guimarães valeram-nos 6 pontos. Ou seja, mesmo com os Andrades levados ao colo, nós estaríamos com menos 2 pontos de desvantagem e ficaríamos a depender de nós. Se houvesse, portanto, justiça, estaríamos nós em 1º lugar. Isso apesar de não estarmos a jogar tanto como na época passada. Mas justiça é como um mito, tal como as escutas telefónicas.