terça-feira, 5 de abril de 2011

O ALARIDO DAS PROSTITUTAS

Pelo que leio, concluo que anda por aí muita gente alarmada com os acontecimentos que ocorreram no domingo passado no nosso Estádio. Até muitos que se dizem benfiquistas, o que me causa grande perplexidade e nem o concebo. Os homens, apesar de pertencerem ao seu reino não são, contudo, animais, ou melhor, são diferentes, precisamente porque têm o poder de pensar e raciocinar. Até posso admitir que muito do que se passou nesse dia, são coisas que se não deviam fazer, mas isso só seria viável se todas as partes fossem civilizadas o que não era o caso. Também compreendo que muitas vezes somos impelidos a agir como seres humanos, quando acossados. Os que agora fazem toda essa esganiçada berraria e amplificam todo esse alarido, só posso concluir que o fazem de má-fé, para achincalhamento e escárnio. São autênticos fariseus desbocados e reles prostitutas bramando  escandalizadas  que lhes ofenderam a “virgindade”. O que essa gente pretende é a justificação dos seus reprováveis comportamentos.
Sempre disse que se não podiam considerar as agressões duma guerra, sobretudo imposta de forma acintosa e forçada, como actos que se pudessem perdoar ou desculpar e, na minha opinião, deveriam era ser enfrentados com a determinação de uma legítima defesa.  
E então como é que agora vem toda uma súcia de hipócritas, jornaleiros, comentadeiros, bloguistas, televisões e sobretudo os lacaios da Máfia, gritar como possessos e rasgar as vestes porque o Benfica fez isto e aquilo? Já na Sagrada Escritura se condena aquele que se melindra com o argueiro no olho do vizinho e não consegue ver a trave que tem no seu. Como é que vem agora toda essa corja criticar seja o que for, vociferar impropérios com repugnante histerismo, quando foi ela mesma que iniciou e vem fomentando essa guerra, tão suja quanto desnecessária, quando é ela mesma que vem praticando, há mais de trinta anos, actos de violência criminosa, quando é ela mesma que fomenta um ódio vesgo e insensato, quando  é ela mesma que tem incendiado todo o desporto em Portugal, quando é ela mesma que o tem subvertido, desonrado e tornado numa mentira? Quando ainda no último jogo se recusou a entrar em campo levando crianças pela mão só porque iam vestidas com a camisola do Benfica?
Queriam o quê? Queriam respeito? Mas como, se essa canalha, deliberada e propositadamente, não respeita ninguém? Queriam vassalagem? Já não estamos nesses tempos! A sorte deles é que, se lidassem com gente da mesma laia, levariam era com um valente estadulho como resposta; o que eles mereciam e seria pouco. 
Como se pode competir com verdade contra Organizações destas que tudo pervertem? Com que verdade se pode conseguir uma vitória de modo limpo? Como se pode jogar de forma  serena  e leal contra adversários que já entram em campo mentalizados para uma batalha e se comportam como verdadeiros beligerantes? Ninguém consegue ganhar um jogo viciado a não ser aqueles que o viciam. Se não forem enfrentados a sério - como, não sei - ninguém os conseguirá travar. 
 E vem agora esta gentalha falar em moralidade, exigir civilidade? Eu, pelo menos, não lhes reconheço virtude nem lhes aceito sequer lições de bons costumes. Como pode alguém dar razão a um gatuno quando ele vem gritar que o estão a roubar? Contra os cães que atacam e mordem, devemos estar precavidos e se os pudermos abater não devemos hesitar. Só essa será uma postura normal.
 A outra face só a deu Cristo  e vejam o que Lhe aconteceu! 

5 comentários:

GuachosVermelhos disse...

Amigo RIVUS,
Partilho toda a tua raiva, mas o caminho não é esse!
Esse é um campo onde nunca ganharemos!
"Ninguém consegue ganhar um jogo viciado a não ser aqueles que o viciam"
Concordo e acrescento;
Ninguém do Benfica está habilitado para a guerrilha, logo que se metem nesse tipo de guerra perde de goleada!
Se eles procuram guerrilha temos que levá-los para onde não se sentem à vontade! bem sei que custa (nem dormi na noite de Domingo) mas é o único jeito.
Vou ver se escrevo algo sobre o desmontar deste sistema corrupto
Mas adianto já; tudo terá de passar pelos contratos televisivos que jamais podem ser renovados com a olivedesportos seja porque preço for.

RIVUS disse...

Caro Guachos: a raiva vai-me passando e sei que o amigo tem razão; vou por si; mas digo-lhe que se os Aliados, na última Guerra, não tivessem ripostado á agressão, o Hitler e os nazis tinham terminado vencedores. O que me doeu no domingo não foi a derrota, pois era um jogo sem qualquer objectivo prático, mas sim o nosso record de invencibilidade e o saber que, no próximo ano, se a Corrupção se empertigar a sério, voltará a ganhar, porque eles nunca perdem. Não sei como ... melhor, até sei.
Não sabe a minha satisfação se pudéssemos por um fim, de uma vez por todos, aos contratos com esse abutre do Oliveira da SportTV. Escreva o meu amigo tudo o que tiver de concreto sobre a corrupção. Eu não o faço porque me não sinto habilitado com informação suficiente, apenas podendo falar com o coração. Abraço!

Dylan disse...

Deixa perguntas pertinentes no ar, meu caro Rivus...
Também vou ter que escrever algo dedicado às virgens ofendidas...

FireHead disse...

Para afogarmos as mágoas nada como voltarmos a ganhar jogos uns atrás de outros. A época ainda não acabou. A escumalha já festejou no passado fim-de-semana e que fique assim. Espero que também este mês, em Coimbra, festejemos nós e depois também em Maio, de preferências duas vezes. Isso seria a excelente resposta que podemos dar a todos os corruptos e comentadeiros habituais a eles afectos. Vitórias e desprezo.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.