segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

POUCA VERGONHA

Os meus amigos já repararam que se o clube da batota não jogasse neste campeonato, como não lhe devia ser permitido  por isso mesmo, o Benfica, apesar de jogar menos que a época passada,  era campeão com uma perna ás costas? 
Mas não é, porque a equipa da Organização do Crime ou joga sem regras ou com regras absolutamente diferentes, como aconteceu ainda hoje em Paços de Ferreira. Já atentaram na quantidade de pénaltis que foram marcados só a favor deles? Não há jogo nenhum onde isso não aconteça e por dá cá aquela palha ou mesmo que não haja qualquer falta ou motivo. Como é que os restantes clubes podem ganhar o que quer que seja, se existe tão insolente e descarado benefício ao grupo da fruta? Sentem-se reis e senhores de tudo e fazem o que querem e lhes apetece.
Podem ter a certeza de que, se não for o Benfica a derrotá-los, esses miseráveis vão ganhar tudo e sem perderem uma única vez. Pudera! Da forma como o fazem, até mesmo o Clube da minha terra, que anda nos distritais, seria campeão. Não há volta a dar; assim não vale a pena! 
A mim só causa admiração e me traz raiva a forma displicente e normal  como tudo isso acontece; sem um reparo, sem um queixume, sem uma revolta por mais pequena que seja. O que deixa em mim a sensação de ser violentado e escarnecido na minha consciência; de eu próprio me sentir vigarizado e não poder reagir.
Por isso, só me resta exclamar do fundo da minha descrença:
―Que vão todos para as profundezas do inferno!

1 comentário:

Génio Da Bola disse...

ora nem mais, é o que eu tenho vindo a dizer, assim qualquer um ganhava, ate um clube da distrital, é a filha da putice total, a vergonha em que se tornou esta liga, uma fraude.
esta epoca os campeoes sao a APAF.
mete nojo ver isto, é revoltante, porque é que nao lhes dao ja o titulo? assim as outras equipas nao precisam de se andarem a cansar pois nao tem motivo nenhum para o fazer.
o silencio dos outros clubes sobre isto, principalmento do Benfica é tambem uma vergonha, nao percebo nada.

cumprimentos